• Victor Natal

Como Gravar Macros no Excel



Macro é um treco muito legal! Sabe por quê? Porque ela é a ligação mais fácil entre o Excel e o VBA!


Quando você grava uma macro, você está entrando em contato com o poder da automatização sem ter que lidar com as complicações da programação de computadores! Mas não vamos colocar o carro na frente dos bois e, como sempre, vamos começar pelo começo e falar um pouquinho das macros!


Macro é a abreviatura pra macroinstrução! (Poooooxa! Agora sim eu resolvi o problema, né?)


Macroinstrução é uma sequência de instruções automatizadas que você usa para te ajudar em tarefas repetitivas – você faz o processo uma vez, transforma isso numa macro e, quando precisar fazer de novo, é só clicar em um botão!


Pra deixar a coisa mais clara, antes de continuarmos a explicação, vamos gravar uma macro bem simples pro conceito ficar super claro.


Nossa primeira macro vai formatar uma simples célula de texto. Mas ai você me pergunta: “A ferramenta de formatação do Excel não faz exatamente isso?”. Sim, faz! Quando você clica no botão de formatação, o que o Excel faz é colocar pra funcionar uma marco que faz exatamente o processo de formatação.


Vamos refazer esse processo aqui apenas como exemplo, mas existem inumeráveis situações da vida real em que você poderá simplificar sua vida com macros. Principalmente, quando são sequências longas e/ou complexas de instruções e você usa a potência computacional trazida pelo VBA para acelerar as coisas.


Pra começar, clique no botãozinho no canto esquerdo inferior do Excel para abrir o gravador de macros.




O gravador de macros será aberto. Dê um nome para a sua macro, escolha uma letra para armazenar a macro num atalho (no meu caso, escolhi a letra “f” e “Crtl+f” funcionará como um atalho de teclado para executar essa macro) e clique em OK.

Assim que você clicar em OK, o Excel entrará em modo de gravação. Isso significa que tudo o

que vc fizer a partir de então vai ser convertido em código de programação, guardado na memória do computador e atribuído ao atalho Ctrl+f. Quando você precisar fazer o processo novamente e executar a macro, o Excel vai procurar o código e executá-lo (ou seja, vai realizar a mesma sequência de instruções que você gravou), gerando o mesmo resultado que você teve da primeira vez.


Agora, nessa ordem (a ordem é importante na hora de gravar macros), faça o seguinte processo:

  • Mude a fonte da célula que já estiver selecionada (não clique em outra célula) para Arial Black;

  • Coloque em negrito;

  • Aumente o tamanho da fonte para 22;

  • Mude a cor da fonte para vermelho;

  • Mude o fundo da célula para azul;

Assim que terminar o processo, pare de gravar a macro clicando no botão de parar.




Pronto! Você gravou sua primeira Macro! Agora vamos usar essa macro pra ver o resultado!

Selecione qualquer célula do Excel e escreva um texto qualquer como por exemplo “O Palmeiras não tem mundial!” (nem gosto de futebol, mas amo a zoeira!)



Agora selecione a célula com seu texto (no meu caso é a célula E4), aperte Ctrl+f e shazam!



Agora você usou sua macro e economizou uma série de instruções que você precisaria dar novamente pro Excel. Essa macro pode ser usada quantas vezes você quiser – basta selecionar a célula e apertar Ctrl+f.


A beleza da coisa está em 2 fatores:

  1. Você pode armazenar uma série muito muito muito longa de instruções numa macro e economizar muito tempo em tarefas repetitivas de um mode super fácil;

  2. Indiretamente, você acabou de escrever seu primeiro código em VBA quando gravou sua macro!


Lembra que falamos que quando o Excel entra em modo de gravação ele converte o que você está fazendo em código? Pois bem, o código é automaticamente escrito em VBA e é gravado na memória. Se você tiver curiosidade de ver o código que foi escrito, vá até o Excel e pressione Alt+F8, selecione a macro que você criou e clique em Editar.

Fazendo isso, o Excel abrirá o editor de VBA na sua tela e mostrará todo o código gerado pela sua macro numa tela que deve ser parecida com a seguinte:




Não se preocupe com o código em si (você não precisa dele para gravar macros), mas saiba que, quando programamos em VBA, o que fazemos é escrever na mão esse arquivo de texto com instruções a serem repetidas no futuro.


As vantagens de escrever o código diretamente sem usar o gravador de macros são diversas, mas principalmente seu código ficará mais eficiente e você terá inúmeras alternativas disponíveis no código que não estão disponíveis no gravador de macro.


Uma dica final: quando você for gravar um arquivo do Excel que tem uma macro, você precisa selecionar um tipo de arquivo que tenha macros ativadas, como no exemplo abaixo:




Espero que você tenha entendido como gravar uma macro e como isso pode salvar tempo e facilitar sua vida! Espero também ter te deixado curioso para saber mais sobre o VBA e que ele não tenha parecido um bicho de sete cabeças – ele não é!


Por fim, quero pedir desculpas aos palmeirenses novamente – se você for palmeirense, deixa a competitividade fluir e troque a frase para zoar o seu time rival, poste nas redes sociais e marque a BTM no seu post!


Agora é com você!


Se você tem interesse em se diferenciar e aprender essa ferramenta poderosíssima e MUITO procurada por todas as empresas, que é o VBA, acompanhe os posts da BTM, traremos muito VBA para você!


É muito importante praticar! De pouco em pouco você entenderá códigos cada vez mais complexos e conseguirá desenvolver suas próprias Subs. Se você nunca programou, é uma excelente oportunidade para descobrir que programação em VBA não é um bicho de sete cabeças.


Se você quiser aprender mais sobre VBA, acesse nossa aula gratuita "Gravador de Macros", é só se inscrever e começar, sem burocracia.



Fique de olho aqui no blog da BTM. E, se você gostou do conteúdo, compartilhe com seus amigos e amigas para que eles possam aprender também! ;)


Quer uma ajudinha para dar um up no seu currículo e impressionar seus recrutadores e colegas de trabalho? Conheça nossos cursos! Confere lá e vem ser #TeamBTM!

#Excel #VBA #VBAparaExcel #ComoGravarMacrosnoExcel #BTMCo#BeatTheMarketCo


Um abraço!

28 visualizações
  • BTM Co. - Youtube
  • BTM Co - Linkedin
  • BTM Co - Facebook

Beat the Market Co.

CNPJ: 27.542.195/0001-58

WhatsApp: (11) 94376-6919

TEM DÚVIDAS?

A GENTE TIRA!