• Victor Natal

Contabilidade de um Jeito que Nunca te Explicaram

Eu lembro do meu primeiro contato com a contabilidade no período de estágio, ainda quando estava cursando engenharia na Escola Politécnica – também conhecida como Poli, para os íntimos. Pois bem, na Poli, em geral, não temos aulas que fujam daquele conteúdo (imenso) que precisamos para a atividade final de engenharia, então nesse primeiro contato com a contabilidade, minha reação foi: “Mas que treco estranho é isso aqui?!” – só que de uma forma um pouco menos educada.


Se é exatamente isso que passa na sua cabeça, siga esse texto – espero que até o final dele, as idéias estejam mais claras na sua cabeça de não contador (como a minha).


Se perguntarmos ao Sr. Google o que é contabilidade, vamos chegar no mesmo blábláblá, com muitas palavras bonitas que dizem pouco pra quem está começando a querer entender o assunto:


"Conceito de Contabilidade. Contabilidade é a ciência que tem por objetivo o estudo das variações quantitativas e qualitativas ocorridas no patrimônio (conjunto de bens, direitos e obrigações) das entidades (qualquer pessoa física ou jurídica que possui um patrimônio)..."


Por isso, vou definir contabilidade em uma única palavra: modelo!


“Ah, legal! Agora eu não sei o que é contabilidade nem modelo!” – Calma, amigo! Chegamos lá!


O QUE É UM MODELO?


Um modelo nada mais é do que a tradução de uma parte da realidade, normalmente escrita, através da matemática, normalmente simplificando essa parte da realidade – que tende a ser sempre bastante complexa.


Temos modelos para quase tudo o que julgamos ser o conhecimento humano, desde eventos naturais até de nossas próprias criações – alguns exemplos:

Modelo de uma célula: é a maneira como o pessoal de biológicas encontrou para entender o funcionamento de células. Ele trata desde o modo como as organelas internas interagem até como a célula se reproduz;








Capitalismo: é o modelo (base de um sistema) econômico baseado na propriedade privada dos meios de produção;







Gravidade: modelo que explica como massa atrai massa;











Xadrez: sim, xadrez é um modelo – assim como todos os jogos! Nesse modelo, as peças tem regras de movimentação e os jogadores ganham ou perdem também de acordo com regras pré-determinadas.







Poderia listar aqui centenas de modelos em diversas áreas, mas acredito que o grande ponto é entender o que é e para que serve um modelo: são regras, sistematizações, aproximações da realidade com o intuito de descrever o comportamento de alguma coisa.


Que coisa? Qualquer coisa!


Pronto! Passo número 1 concluído! Sabemos o que é um modelo. Agora, vamos voltar para o nosso modelo em questão!


A contabilidade é um modelo de que?!

A CONTABILIDADE COMO MODELO

Antes da explicação, aqui vai uma ressalva: se algum contador pegar esse texto, vai dizer que existem simplificações e imprecisões técnicas nele. É verdade!


Sabe aquela pessoa que te critica quando você vai na padaria e pede “duzentAs gramas de queijo” ao invés de “duzentOs gramas”? Pois bem, é o mesmo caso: essa pessoa tem razão, mas essa é uma imprecisão que não tira o entendimento final da coisa – no nosso caso, as imprecisões vão apenas nos trazer mais familiaridade evitando palavras bonitas. Então, vamos nessa!


Contabilidade é o modelo que tenta representar o estado de uma empresa e o fluxo de dinheiro atrelado a ela.


Sim, assim fácil! Então o que a contabilidade te dá é um modo relativamente conciso de entender a realidade financeira de uma empresa usando regras pré-determinadas. Por existirem regras, todos que as conhecem essas regras conseguem entender esse modelo e tirar informações preciosas dele.


Diz-se que a contabilidade começou sua fase de testes com Leonardo Fibonacci – aquele mesmo dos números de Fibonacci. Com o tempo, o modelo foi sendo aprimorado para conseguir retratar a realidade financeira cada vez mais complexa das empresas.


Para conseguir traduzir a realidade econômica das empresas, o principal instrumento da contabilidade são as demonstrações financeiras. Calma que essa também é fácil!


Demonstrações financeiras são relatórios com formatos e regras definidas pelo modelo contábil que resumem a vida de uma empresa.


As consideradas mais importantes costumam ser:

  • Demonstração de resultado do exercício (DRE);

  • Balanço patrimonial (BP);

  • Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC);


Nota: existem outras demonstrações, mas com essas 3 você vai resolver 99% dos problemas na análise financeira de uma empresa;


A contabilidade, através de suas demonstrações, tem o intuito de mostrar claramente a vida financeira de uma determinada empresa e ajudar as pessoas que fazem parte dela tomarem as decisões mais acertadas.


As demonstrações financeiras são o relatório final da contabilidade, é o resumo da situação financeira de uma empresa seguindo as regras do modelo contábil. Vamos tentar entender um pouco mais de cada uma delas.


DEMONSTRATIVO DE RESULTADOS (DRE)

A DRE é a demonstração mais comumente conhecida pelo grande público. Ela apresenta o resumo financeiro dos resultados de uma empresa em um período de tempo. Através dela, conseguimos entender quanto uma empresa gerou de receita, quais foram seus custos e despesas e chegar finalmente a quanto a empresa lucrou nesse período.


Note que a DRE não mostra o acúmulo de nenhum dos valores desde a criação da empresa, ela simplesmente mostra dados de um período específico (tipicamente 3 ou 12 meses).


A seguir, mostramos a demonstração de resultados da Vale para 2018 e 2019.


BALANÇO PATRIMONIAL (BP)

O balanço patrimonial nos apresenta a situação patrimonial da empresa, ou seja, todos os bens, direitos e obrigações de uma empresa (por exemplo: se a empresa tem uma dívida, essa é uma obrigação da empresa com quem a ela pegou dinheiro emprestado e por isso deve constar no balanço). Essa demonstração nos faz entender também a fonte de recursos da empresa e os investimentos que ela fez.


A seguir, mostramos o balanço resumido da Vale para 2018 e 2019.


DEMONSTRATIVO DE FLUXO DE CAIXA (DFC)

Tanto a DRE quanto o BP mostram valores que não necessariamente são dinheiro – o famoso caixa, ou seja, aqueles recursos imediatamente disponíveis (por exemplo: se uma empresa vende R$ 1 milhão, mas 70% disso é pago a prazo, apenas 30% dessa receita é caixa, enquanto 70% é um direito futuro da empresa que vai aparecer no BP).


O fluxo de caixa é a demonstração que vem suprir essa necessidade que não é atendida pelas outras demonstrações – ele mostra todas as movimentações de caixa (dinheiro imediatamente disponível) de uma empresa.


A seguir, mostramos a demonstração de fluxo de caixa da Vale para 2018 e 2019.


SE ME AJUDOU.. PODE TE AJUDAR

Por último, vou colocar aqui a explicação de algo que me incomodava muito na contabilidade e que pode te incomodar em algum momento: na contabilidade, algumas regras são bastante abstratas e não necessariamente encontrar eventos reais como base.


Um exemplo baseado em outro modelo: no xadrez, cavalos se movem em “L”, o que claramente não representa a realidade do movimento de cavalos reais, mas fazem sentido no contexto desse modelo específico.


Então quando você passar a entender um pouco mais de contabilidade e se deparar com conceitos como o “método de partidas dobradas”, tenha na cabeça que não necessariamente a realidade funciona através de partidas dobradas, mas esse é o jeito que a modelo contábil encontrou para traduzir uma parte da realidade.


Antes de fechar, dois comentários:

  1. Quer aprender mais e não sabe por onde começar? No começo da minha carreira, um livro que me ajudou muito foi “Curso de Contabilidade para Não Contadores”, de Sérgio de Iudicibus, José Carlos Márion e Christianne Lopes.

  2. Quando cito “empresas” nesse texto, cometo uma das imprecisões que citei antes. O termo mais correto é “entidade”, que abarca também, mas não só, empresas.

Além disso fique de olho aqui no blog da BTM. E, se você gostou do conteúdo, compartilhe com seus amigos e amigas para que eles possam aprender também! ;)


Se você quiser aprender mais sobre contabilidade e Mercado Financeiro, acesse nossa mini-aula gratuita "Aprenda o máximo de contabilidade em 20 minutos", é só se inscrever e começar, sem burocracia.




Quer uma ajudinha para dar um up no seu currículo e impressionar seus recrutadores e colegas de trabalho? A BTM está com as inscrições abertas! Confere lá e vem ser #TeamBTM!

Processo Seletivo | 16h - Ao final desse módulo, você estará preparado e seguro para participar dos processos seletivos.

Excel: Básico ao Avançado | 40h - Abrangente em conteúdo e condensado em carga horária. Com CASES REAIS de situações que serão enfrentadas no dia a dia de trabalho.

Programação em VBA | 40h - Automatize e ganhe uma produtividade surpreendente! Estamos na era digital, não fique atrasado no tempo!


Mercado Financeiro - Fast Tracker | 64h - O curso que vai te levar para o Mercado Financeiro. Com exemplos reais do dia a dia, cases e aplicações!

Um abraço!

#MercadoFinanceiro #Contabilidade #BTMCo #BeatTheMarketCo

  • BTM Co. - Youtube
  • BTM Co - Linkedin
  • BTM Co - Facebook

Beat the Market Co.

CNPJ: 27.542.195/0001-58

WhatsApp: (11) 97527-4754

TEM DÚVIDAS?

A GENTE TIRA!